Patrocínio Social: Modelo e roteiro de proposta para doação ou patrocínio

1 09 2010

Na semana passada estive no Pantanal para iniciar um projeto de patrocínio cultural para lançamento de um musical para região pantaneira e uma das coisas que me chamou atenção foi que o projeto vinha de um sonho antigo de um ex morador de Corumbá. No seu projeto ele visa criar um concurso para escolher o melhor compositor de música que fale sobre a região e ainda conscientize a população local da importância da preservação.

Quando estavamos desenhando o formato do projeto veio a idéia de enriquecê-lo com algumas ações que iriam impactar diretamente a população local que não tem acesso a cultura como teatro, cinema ou shows. Dessa forma, inserimos o púbico jovem das escolas e também os grupos da melhor idade. Isso fez com que o projeto tomasse outra proporção chamando atenção e garantido o apoio das prefeituras e secretarias locais.

Isso me motivou a pesquisar um pouco mais sobre os patrocínios sociais e encontrei um modelo bem interessante e completo utilizado pela Samarco.

Sucesso!

Marcelo Azevedo


Parte I – Cadastro da Instituição Proponente

Identificação

CNPJ:
Nome:

Endereço

Logradouro (Avenida, Rua, Praça outros):
Número: Complemento:
Bairro/Distrito:
Município: UF:
CEP:
Tel: [   ] Fax: [   ]
E-mail:

Representante Legal

Nome:
Função:
CPF: RG:
Estado Civil: Nasc:
Profissão:
Tel: [   ] Fax: [   ]
E-mail:

Responsável Técnico / Contato

Nome:
Tel: [   ] Fax: [   ]
E-mail:


Caracterização da Instituição

Data de constituição:
FINALIDADE DA ORGANIZAÇÃO
Informar a finalidade social da Instituição descrevendo os seus objetivos institucionais e as principais atividades desenvolvidas.
HISTÓRICO
Destacar os principais fatos que, durante a existência da Instituição, contribuíram para o alcance dos seus propósitos institucionais.
PRINCIPAIS ATIVIDADES E PÚBLICO-ALVO DA INSTITUIÇÃO
Listar as atividades-chave da organização que possibilitam a realização da sua missão. Informar o público-alvo a quem se destina os seus esforços.
EQUIPE TÉCNICA
Informar o perfil, as qualificações e as funções das principais pessoas que irão integrar a gestão e a execução do projeto, responsabilizando-se pela eficiência das ações e pelo alcance dos resultados.
PARCERIAS E RESULTADOS ALCANÇADOS
Demonstrar que a Instituição está habilitada a gerenciar e/ou executar projetos e ações sociais, obtendo a adesão de outras instituições e empresas, às suas propostas. A participação de comunidades e lideranças nos trabalhos desenvolvidos pela Instituição também deve ser registrada, assim como os resultados sociais obtidos através de suas iniciativas e esforços.
HISTÓRICO FINANCEIRO DOS ÚLTIMOS ANOS
Informar sobre o montante de recursos do orçamento anual da Instituição nos últimos anos, identificando a origem dessas fontes (Instituiçãos e forma de apoio).
Ano Orçamento Total Recursos Financeiros

de Parcerias

TEMPO DE ATUAÇÃO NA ATIVIDADE PROPOSTA meses

Parte II – Cadastro da Proposição

Identificação

Título:
Área de atuação ou

foco de abordagem:

[   ] Fortalecimento da Sociedade Civil

[   ] Gestão Social
[   ] Educação
[   ] Geração de Renda e Empreendedorismo

[   ] Meio Ambiente
[   ] Saúde

[   ] Cultura
[   ] Esporte
Outro. Especificar:

Período: Início (dia/mês/ano): Término (dia/mês/ano):
Local de realização:

Detalhamento da Proposta

JUSTIFICATIVA
Fundamentar a importância da proposta contextualizando a situação ou problemática que motiva a solicitação de doação ou patrocínio sócia, caracterizando as necessidades e carências do público que será beneficiado com as intervenções. Também deve ser citadas as linhas gerais de ação ou soluções que serão implementadas para amenizar ou suprimir as fragilidades identificadas.
OBJETIVO
Descrever a finalidade da proposta de forma a apresentar o que se pretende atingir. Deve estar vinculado às necessidades do público-alvo e ser descrito em um texto que se inicie por um verbo no infinitivo e indicar a transformação (benefício) almejada.
ATIVIDADES PREVISTAS
Atividade Mês de Realização
J F M A M J J A S O N D
BENEFÍCIOS ESPERADOS
Indicar os benefícios que apresentam maior correlação à proposta. Os benefícios se caracterizam não apenas pelos resultados gerados no decorrer da execução das ações, mas também após a sua conclusão. Deverão ser selecionados até cinco benefícios mais representativos do alcance do projeto.
1
2
3
4
5
RESULTADO QUANTITATIVO ANUAL
Demonstrar de forma quantitativa os resultados numéricos pretendidos pela proposta, através de indicadores que possam ser mensurados com precisão. Os indicadores irão depender do tipo e característica da proposição, devendo estar relacionado à transformação que se pretende alcançar, ou seja, os efeitos que serão produzidos para público-alvo.
Indicador Meta
1
2
3
4
5
BENEFICIÁRIOS DIRETOS
Dimensionar o número de beneficiários da proposta, adotando a segmentação sugerida por público-alvo, conforme segue: crianças, jovens, mulheres e/ou mães, idosos, dependentes químicos, comunidade, população do município, ou outros.
Público Quantidade
Crianças
Jovens
Mulheres / mães
Idosos
Dependentes químicos (álcool / drogas)
Comunidade
População do município
Outros (especificar)
PLANO DE COMUNICAÇÃO
Descrever as formas de divulgação das ações e dos resultados da proposta junto aos públicos interno (pessoal envolvido diretamente com o projeto) e externo (comunidade, financiadores e sociedade em geral), apresentando aquelas que melhor se adequarem ao processo de comunicação a esses grupos.

Parte III – Investimentos e Parcerias

Demonstrativo de Uso dos Recursos (vide orientações em anexo)

ITEM VALOR %
1 Pessoal
2 Serviço de Terceiros
3 Custo Operacional
4 Material de Consumo
5 Encargo Tributário e Financeiro
6 Imobilização
TOTAL 100,00

Fontes e Participação dos Parceiros*

INSTITUIÇÃO CONTRIBUIÇÃO
Recursos Financeiros Recursos Humanos* Bens Materiais e Serviços* Cessão de Espaço*
Nome T.P.* Não Sim. Valor (R$) Não Sim Não Sim Não Sim
Organização Proponente
Parceiro 1 (nome):
Parceiro 2 (nome):
Parceiro 3 (nome):
* Tipo de Parceiro
1. Prefeitura Municipal  2. Governo do Estado  3. Governo Federal   4. Empresa Pública

5. Empresa Privada  6. ONG   7. Pessoa Física   8. Outro

* Especificar a participação dos parceiros envolvidos no projeto segundo o tipo de contribuição, se financeira ou através de contrapartida com a alocação de pessoas, materiais, serviços e/ou cessão de espaço. No caso de participação financeira, deverá ser registrado o valor previsto por parceiro; nos demais casos, assinalar apenas com “x” se ocorrerá ou não a contribuição. O proponente também deverá especificar o nome dos parceiros e classificá-los por tipo (T.P. = Tipo de Parceiro), registrando o código correspondente com base nas informações da legenda apresentada abaixo do quadro e nome da organização.

Local, Data e Assinatura do Proponente (se pessoa jurídica, pelo responsável legal da Instituição)

Local:
Data:
Assinatura:


ANEXO ÚNICO – Demonstrativo de Uso dos Recursos

Especificar e dimensionar no demonstrativo apresentado a destinação dos recursos financeiros necessários à execução da proposta, classificando-os em cinco grandes grupos, quais sejam: pessoal, serviço de terceiros, custo operacional, material de consumo e imobilização. Para se chegar ao valor desejado, especifique a unidade de medida do item, a sua quantidade, o valor unitário, o valor total e a representação percentual deste item sobre o orçamento geral elaborado.

Segue, para melhor compreensão, os conceitos e tipos de usos a serem enquadrados por categoria:

  • Pessoal

Contempla as aplicações relativas ao pessoal envolvido na realização do projeto, bem como os encargos patronais daí decorrentes. No caso de projetos encaminhados por Instituiçãos parceiras estes usos só poderão cobrir despesas com pessoal contratado exclusivamente para a execução do projeto e pelo tempo determinado para sua execução, não podendo, portanto, se estender a pessoal do quadro permanente do proponente.

  • Serviço de Terceiros

Abrange as despesas com serviços de pesquisadores, instrutores, consultores e outros profissionais especializados objetivando a melhor realização do projeto.

  • Custo Operacional

Compreende uma grande diversidade de usos, a exemplo de:

–       Passagens, transporte e locomoções;

–       Hospedagem e alimentação;

–       Serviços de comunicação em geral (telefonia, postagem, malotes etc);

–       Aluguéis e encargos;

–       Locação de bens móveis (veículos, equipamentos, mobiliário etc);

–       Divulgação, anúncio, publicidade e propaganda;

–       Serviços gráficos e reprográficos;

–       Serviços de manutenção, limpeza e conservação;

–       Serviços de segurança e vigilância;

–       Serviços de água e energia;

–       Seguros;

–       Outros.

  • Material de Consumo

Contempla as despesas com material de limpeza, copa e refeitório, material de expediente (escritório), material de manutenção e reparos, combustíveis e lubrificantes, matérias técnicos e didáticos e outros.

  • Imobilização

Refere-se à aquisição de bens imóveis e móveis necessários à execução da proposta.


Ações

Information

5 responses

7 09 2010
Urias Franca Jr

O diferencial do nosso trabalho é o envio de informações a respeito da abertura de Editais em conformidade com a área temática do projeto social.

Tenha acesso ao mais completo site com informações a respeito de FONTES DE FINANCIAMENTO para projetos sociais, onde terá acesso ao cadastro com centenas de Fontes de Financiamento (nacionais e internacionais) as quais estão em constante atualização e classificadas por área temática, facilitando a identificação da fonte de fomento que atenda os interesses de seu projeto social.

10 10 2010
Sergio Boecat

Prezado, gostaria de um contato com vc, como prceder.

21 10 2010
marcelosazevedo

Sérgio,

Favor enviar email para marceloazevedo@ymail.com

Att,

Marcelo

21 02 2011
Maria Luisa Rodrigues

Paz e bem! Estou a frente de uma instituição que renasce de novo, agora com documento,sendo assim gostaria de saber seu contacto e-mail. Ficamos no aguardo. Profª Luisa

28 03 2011
José Fernando Moreira

Prezado Marcelo,

Gostaria de receber informações sobre captação de recursos para projetos sociais. Atuo na coordenação de organização sem fins lucrativos que vive dificuldades nessa área (recursos). Como podemos contar com seus serviços? Você trabalha com contrato de risco ou apenas com valor antecipado? Aguardo sua resposta. Grato pela atenção.
José Moreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: