Patrocínio Sob o Ponto de Vista do Patrocinador

29 06 2012

Ministrei uma aula nesta última terça-feira, 26/julho, com o tema título deste artigo, realizada pela Rede Cemec para o curso de Captação de Recursos. Fiquei muito satisfeito com o resultado, principalmente com a interatividade e a troca de experiências proporcionadas.

Procurei abordar de maneira prática quais são as principais potencialidades de Relacionamento e Negociação com o patrocinador e também explorei as demandas e Necessidades Corporativas.

Esta abordagem propõe que o gestor cultural tenha uma visão distinta de seu projeto e exercite o pensamento estratégico tal qual um Diretor de Marketing de uma grande empresa. Dentro desta visão, devem-se estabelecer quais serão os atributos importantes para aprovação dos patrocínios pela empresa.

A dinâmica foi muito importante porque os participantes tiveram condições de compreender a dificuldade em estar do “outro lado”. Como resultado, definiram alguns atributos que seriam importantes para compor sua matriz estratégica de patrocínio corporativo:

  • Foco em seus Negócios;
  • Identidade Corporativa (DNA);
  • Associação da Marca;
  • Atendimento a um Nicho de Interesse;
  • Desenvolvimento de Mercado;
  • Geração de Conteúdo;
  • Promoção de Inclusão.

Com a dinâmica concluiu-se que, atualmente, as principais necessidades corporativas estão relacionadas com o Custo x Benefício do Projeto; ROI & ROO (Return On Investiment) & (Return On Objectives); Credibilidade do Projeto e Proponente x Entrega.

Compreendeu-se que, muitas vezes, não ter o projeto de patrocínio aprovado não incorre do fato da empresa ser má ou por não querer fomentar a cultura, esporte ou meio ambiente, mas sim, que existem alguns critérios e atributos que esta empresa precisa seguir para que os projetos selecionados estejam alinhados com suas estratégias de comunicação com o mercado.

Além desta visão também se viram quais eram as principais dificuldades dos proponentes na hora de aprovar os patrocínios para seus projetos:

  • Quem decide?
  • Devo adequar o projeto?
  • Quais as contrapartidas?
  • Existe algum fluxo a ser seguido?
  • Que tipo de ferramenta pode auxiliar para a captação?

É preciso mais compreensão e uma mudança cultural para profissionalização desse segmento por ambos os lados, tanto do proponente, quanto do patrocinador.  Precisa estar claro que esta é uma ferramenta de comunicação que compõe o marketing da empresa, mas também é um mecanismo de concretização de sonhos e melhorias sociais por meio da cultura e em outros casos ligados ao esporte e meio ambiente também.

Percebo que hoje existe a preocupação e a busca da qualificação para desenvolver projetos que contenham as duas medidas e um único objetivo: o crescimento e fortalecimento do nosso país, porque país sem cultura é país sem riqueza!

Sucesso em seus projetos,

Marcelo Azevedo
Caso tenha interesse no conteúdo da aula, baixe a apresentação.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: