Categorias, Tipos e Chancelas de Patrocínio: Como utilizá-los em seus eventos?

29 06 2011


Há alguns meses nossa leitora Ana Maria Rabelo entrou em contato comigo, questionando sobre literatura que abordasse a classificação das chancelas de patrocínio e fui fazer uma pesquisa e realmente é muito difícil encontrar informações atualizadas e nacionais sobre essas questões relacionadas ao patrocínio.

Conforme o prometido, porém com um pouco de atraso, desenvolvo essa matéria por meio de pesquisa com o mercado e com profissionais da área sobre: Quais são os tipos de patrocínio e como  utilizá-los.

As empresas podem ter interesse de desenvolver dois tipos de patrocínio dentro de qualquer modalidade de negócio, seja cultural, esportivo, social, ambiental ou de negócios, que são:

Patrocínio Institucional – Que visa fortalecimento da imagem da empresa aliada ao apoio/patrocínio escolhido.

Patrocínio Promocional – Que tem como principal objetivo desenvolver negócios e tornar além da marca, seus produtos e serviços conhecidos por seu público-alvo.

Atualmente é muito comum as empresas terem o interesse misto, ou seja, investimento em um patrocínio institucional e promocional, porque além de dar visibilidade para posicionamento da marca, ela quer gerar resultados comerciais por meio dos esforços de marketing. Uma aliança perfeita, em minha opinião.  E podemos considerá-lo como Patrocínio Híbrido.

 

Tipos de Patrocínio

Não há uma definição única utilizada pelo mercado, cada produtor define qual serão seus “produtos” e vende a idéia para os patrocinadores. Irei listar os principais tipos/chancelas de patrocínios utilizadas apenas para conhecimento:

 

Naming Rights  – Direito de Nomeclatura

Quando você compra os direitos de trocar o nome do evento, para o nome da empresa patrocinadora.

Exemplo: A Nestlé foi feliz na escolha de um de seus produtos para colocar o nome de um campeonato.

 

Sponsor – Patrocinador

Pode ser o patrocinador exclusivo do evento, ou seja, ele sozinho investiu em todas as cotas para aparecer como único.

Exemplo: O Bradesco como patrocinador exclusivo do Varekai  – Cirque du soleil

 

Ainda na condição de patrocinador, você pode dividi-los por cotas, como o mais comum:

Diamond, Gold e Silver (Diamente, ouro e prata), mas como dica acho que sempre é bom criar cotas de acordo com o seu produto/evento, assim você desenvolve valores diferenciados para gerar mais credibilidade ao seu produto.

 

Co-Sponsor – Co Patrocinador:

É a divisão do patrocínio em cotas menores para ter maior possibilidade de investimentos com menor custo.

Exemplo: A Caixa Stock car tem co-patrocínio de várias empresas

 

Media Sponsor – Patrocínio de Mídia ou Apoio de Mídia:

Todas as empresas de comunicação, desde televisão, rádios, blogs, associações, ou qualquer órgão que tenha apoiado na divulgação do evento.

Exemplo: O Rock in Rio conta com as principais mídias para divulgação.

 

Support – Apoio ou Apoio Institucional:

Destinado à todos órgãos ou empresas que apoiaram para o desenvolvimento do seu evento, programa, produto.

Exemplo:  A Virada Cultural não aconteceria, caso não tivesse seus apoios.

 

Realization – Realização ou Organização:

Disponibilizar a logomarca das empresas ou da principal empresa que realizou o projeto. Desenvolveu todo trabalho operacional para a realização do mesmo.

Exemplo: A HSM organizadora do principal evento de negócios do país.

 

Esse é apenas um resumo, pois sabemos que o sucesso de um produto está na criatividade e na inovação e as nomeclaturas e tipos de patrocínios e apoios devem seguir o conceito da criação e da campanha do seu evento.

 

Espero ter contribuído um pouco mais com seu projeto,

 

Um abraço e sucesso,

 

Marcelo Azevedo

Anúncios







%d blogueiros gostam disto: